16 de abril de 2014

Oito opções de peixes para comer na Páscoa

Quem respeita as tradições da Páscoa também não deixa de incluir o peixe no cardápio da sexta-feira Santa, dia em que os cristãos evitam comer carne vermelha.

Mas as propriedades nutricionais que os peixes carregam e os benefícios que trazem ao nosso organismo fazem deste alimento uma ótima opção de proteína para fazer parte de uma alimentação equilibrada durante o ano inteiro.

Cada brasileiro consome, em média, menos de 7 quilos de peixe por ano. A quantidade mínima recomendado pela Organização Mundial de Saúde são 12 quilos. Mesmo assim, muita gente bate o pé e assume que não gosta desta carne branca de jeito nenhum.

Mas será que você não gosta de peixe mesmo? Ou provou uma espécie ou modo de preparo que não combinou com o seu paladar? Confira os benefícios dos oito peixes mais consumidos do Brasil, suas propriedades nutricionais, os preços e ainda entrega uma deliciosa receita de cada um.


Salmão
Esse peixe pe super versátil e pode ser preparado de várias maneiras - assado, grelhado, no vapor e até cru está valendo. Além disso, ele protege nosso coração contra doenças.

Atum
Excelente fonte de proteínas, vitaminas e sais minerais, esse peixe é comumente consumido nas suas versões em conserva, acompanhando lanches e saladas.

Bacalhau
Típico da Páscoa, esse peixe é rico em ferro, fósforo, magnésio e em vitaminas A, E, D e do complexo B.

Sardinha
Rico na gordura ômega-3, a sardinha afasta o risco de doenças cardiovasculares e melhora a circulação.

Linguado
Esse peixe tem baixo teor de gordura e altos níveis de iodo, proteína e selênio e vitamina E.

Cação ou tubarão
Ficou na dúvida de qual dos dois escolher para a sua ceia de Páscoa? Leia nossa matéria sobre o assunto.

Truta
Com baixo teor de calorias, esse peixe é uma ótima opção para quem quer emagrecer.

Cavalinha
Esse peixe é bem pequeno e contém um taxa muito baixa de gorduras nocivas ao nosso organismo.



Com informações do site Minha Vida. 

15 de abril de 2014

Bons hábitos são determinantes para um envelhecimento saudável



Ficar velho é o temor de muitas pessoas. Todos querem viver por muito tempo, mas não querem envelhecer e arcar com suas consequências.

O processo de envelhecimento é contínuo, inexorável e inicia-se logo após o nascimento. Quem busca uma vida longa, envelhecerá, infelizmente o único método eficaz contra o envelhecimento é a morte prematura.

O Brasil está envelhecendo em ritmo acelerado. De acordo com a OMS, em 2025 o Brasil será o sexto pais do mundo em número de idosos, serão mais de 32 milhões de pessoas nesta faixa etária. Dados do censo 2010 confirmam esta tendência, enquanto a população de jovem vem decrescendo porcentualmente, a proporção dos maiores de 60 anos cresceu de 8,57% para 11,16% comparando com o último censo realizado.

Não existe uma fórmula mágica ou fonte da juventude que combata o processo de envelhecer. Quem procura as terapias anti-envelhecimento geralmente se contenta com cuidados estéticos, entretanto para envelhecer bem não basta apenas isto.

O avanço da medicina e o desenvolvimento de novas tecnologias propiciaram o alongamento da vida, hoje é possível o controle de inúmeras doenças com medicações e procedimentos médicos. Porém muitas destas conquistas apenas prolongam a vida sem acrescentar qualidade ao período adicional.

A carga genética é responsável por parte do envelhecimento bem sucedido, cerca de um quarto deve-se aos fatores hereditários. Os outros determinantes são relacionados aos hábitos e cuidados preventivos realizados ao longo de vida que minimizam os efeitos deletérios do envelhecimento.

O Japão possui uma das populações mais envelhecidas do planeta. Na província de Okinawa concentra-se o maior número de centenários do mundo, sendo que a grande maioria vive de forma autônoma e independente. Este grupo apresenta comportamentos que se repetem em outros grupos de grandes longevos existentes em outros continentes, como a boa alimentação e prática de atividade física.

Este estilo de vida é adotado ao longo da vida e mesmo nas idades mais avançadas não é abandonado. Os principais pontos em comum são bons hábitos alimentares, atividade física regular, a espiritualidade (independente da religião), e vida social ativa, com atividades familiares e sociais frequentes e rotineiras.

Para um envelhecimento ativo bem sucedido, a realização de check-ups anuais é fundamental, mas não basta. Não existem pílulas milagrosas ou polivitamínicos mágicos. Em alguns casos, o uso indiscriminado de vitaminas e medicações pode até levar a efeitos indesejados.

Quem quiser usufruir de uma velhice com qualidade de vida deve investir em sua poupança da saúde, que deve começar ainda na juventude. Quanto mais "créditos" forem acumulados, maiores serão as chances de viver no futuro com autonomia e independência. Portanto, a doção de hábitos saudáveis desde cedo.

Portanto, mantenha sua avaliação periódica de saúde em dia e cuide muito bem dos problemas de saúde já existentes, com seu médico de confiança. Além disso, adote hábitos alimentares saudáveis, pratique atividade física regular, exemplo trinta minutos diários de caminhada, e celebre a vida com os amigos e família!


Com informações do site Miha Vida.

14 de abril de 2014

O que priorizar no treino de musculação quando o tempo é reduzido



Manter uma rotina de atividade física e treinos não é nada fácil, isso porque diariamente temos inúmeras surpresas durante o dia que em algum momento pode atrapalhar e diminuir o tempo que havia sido planejado se exercitar. Dentre essas surpresas as mais comuns são o transito, o fato de ficar mais tempo no trabalho, um dia de chuva, um carro que quebrou, um despertador que não tocou e por ai vai. A questão em dúvida é no que fazer quando a expectativa de treino era 1 hora e agora só tenho 40 minutos ou até menos.

No geral quem tem o tempo reduzido não pode deixar de trabalhar os principais grupos musculares que foi planejado no seu treinamento, mas é evidente que levando em conta apenas as questões estéticas seria menos pior as mulheres abrirem mão dos exercícios de membros superiores, assim como os homem abrirem mão daqueles de membros inferiores. Em nenhum dos casos se aconselha deixar de fazer exercícios para o core que envolve principalmente a musculatura abdominal, lombar e oblíquos.

Além disso existem algumas outras possibilidades para quem está com o tempo de treino reduzido. São elas:


   - Diminuir o número de séries. Por exemplo: ao invés de 3 faz
   - Diminuir o número de repetições. Por exemplo: ao invés de 15 faz 12.
   -  Diminuir a quantidade de exercícios por músculo. Por exemplo: tinha 2 para o bíceps e você só faz
    - Realizar os exercícios de forma combinada. Por exemplo: faz um exercício para membros superiores e ao invés de descansar já vai fazendo outro que preferencialmente deve ser para membro inferiores ou para um músculo antagonista ao que foi trabalhado. Algo como alternando bíceps com cadeira extensora ou bíceps com tríceps.

Além disso, existe a possibilidade de abrir mão de algum músculo que já é trabalhado em outro exercício. Isto porque normalmente o trabalho muscular convencional tem uma divisão de exercícios por grupo muscular, mas muitos desses exercícios não trabalham apenas um músculo em específico. Um exemplo clássico é o supino que é um exercício prescrito para a musculatura peitoral, porém durante a sua execução utiliza também tríceps e a porção do deltoide anterior.

Seguindo essa linha de raciocínio, se você for ter que cortar algum exercício por problemas com tempo e na sua série tem, por exemplo, um supino e algum exercício para o tríceps certamente a melhor alternativa seria não realizar o tríceps. Como esse exemplo temos vários outros e existem exercícios com características mais funcionais que trabalham 3, 4, 5 ou até mais grupos musculares ao mesmo tempo.

Como cada caso tem suas particularidades é de extrema importância que o praticante converse com seu professor para este profissional faça os ajustes necessários nesses dias em que o tempo está corrido.

É importante deixar claro que em qualquer uma dessas alternativas o efeito do treino, assim como seus resultados, poderão ser comprometidos. Por isso, fique atento para a falta de tempo que é esporádica não vire uma situação real porque se isso acontecer todo seu treino deve passar por um novo planejamento.



Com informações do site Minha Vida.

11 de abril de 2014

Agenda Cultural




 O cantor Zé Ramalho chega a Fortaleza para comemorar os 288 anos da cidade no próximo domingo, 13, às 22 horas, no aterro da Praia de Iracema. A festa promete relembrar grandes sucessos de Ramalho,como “Chão de Giz”, “Avôhai” e “Admirável Gado Novo”.

A programação de aniversário contará com uma série de shows a partir das 18 horas. Antes de Zé Ramalho, apresentam-se o grupo carioca Samba de Santa Clara, Nayra Costa, Lídia Maria, Gustavo Portela, Manassés e Paula Tesser.

Programação do aniversário de Fortaleza

Quando: domingo, 13, às 22h, com o cantor Zé Ramalho (a programação de shows começa às 18h)

Onde: Aterro da Praia de Iracema

Acesso Gratuito


A atriz global Lilia Cabral volta a Fortaleza com a comédia “Maria do Caritó“, uma solteirona que decidiu casar aos 50 anos. A peça vai ficar em cartaz no sábado (12) e domingo (13) no teatro do Shopping Via Sul. O fim de semana também marca o começo do concurso já tradicional na cidade, o “Comida di buteco“. Para quem quer curtir um show de MPB desde essa sexta-feira (11) tem apresentação de Francis e Olivia Hime. O domingo encerra com samba e petisco na “Saideira do Butiquim“.




Maria do Caritó

Depois de ser vista por mais de 100 mil pessoas no eixo Rio/ São Paulo, a peça “Maria do Caritó” chega a Fortaleza, neste fim de semana. Lilia Cabral traz a comédia que revela valores, costumes e crendices que permeiam o imaginário do povo brasileiro. Maria do Caritó é solteirona, chegando aos 50 anos, pois foi prometida por seu pai a São Djalminha. Mas ela está decidida a se casar, mesmo que, para isso, precise enfrentara fúria do pai e de toda a cidade, que acreditam que ela é santa.

Serviço
Data: 12 e 13 de abril
Local: Teatro do Shopping Via Sul
Hora: Dia 12, às 21 horas. Dia 13, às 19 horas
Ingressos: Bilheteria do Teatro Via Sul ou pelo site www.teatroviasul.com.br [2]
Preços: R$ 90,00 plateia inferior e R$ 60,00 plateia superior (valores de inteira)
Informações: (85) 3052.8027 [3]

Saideira no Butiquim

Domingo, em Fortaleza, a partir das 16h, é dia da Saidera do Butiquim, com a apresentação das bandas, Sertanóis e Pagode 3×4. Para entrar na lista VIP basta enviar o nome pelo WhatsApp (9163. 1966).

Serviço
Butiquim: Rua Frederico Borges, 27, Meireles
Todos os domingos
Horário: 16h
Tel: 3267. 1488
Facebook: BUTIQUIM

Comida di Buteco

O Comida di Buteco chega à quarta edição em Fortaleza, com 20 botecos apresentando novas receitas petiscos. Desses 20, 15 são veteranos no concurso e 5 participam pela primeira vez. São botecos diversos, alguns mais novos, outros já tradicionais, modernos ou rústicos, em bairros nobres ou mais populares.

Veteranos
· Alpendre – Petisco: Carne de Sol ao Forno
· Bar Chá da Égua – Petisco: Feijão Verde à Bar Chá da Égua
· Bar do Ciço – Petisco: Tatu Bola´s
· Bar do Helano – Petisco: Bacalhau desfiado à moda do Helano
· Bar do Papai – Petisco: Surpresa do Papai
· Bar o Camocim – Petisco: Parece mas não é
· Birosca da Farra – Petisco: Baião na farra
· Flórida Bar – Petisco: Carneiro guisado
· Kasa Kaiada- Petisco: Baião de cinco Kasa Kaiada
· Kina do Feijão Verde – Petisco: 100% Nordestino
· Noite a Fora – Petisco: Guga Noite a Fora
· Ponto de Luz – Petisco: Tulipa verde
· Primeira página – Petisco: Bolinho nordestino
· Suvaco de Cobra – Petisco: Fidalgo
· Tronco do Gaúcho – Petisco: No Ceará é assim

Novatos
· Badubel – Petisco: Bolinho ao Bel
· Besouro Verde – Petisco: Feijão do BV
· Feijão Maravilha – Petisco: Feijão Maravilha
· O Assis – Petisco: Carne do sol com macaxeira
· Senhor Bar – Petisco: Camarão do Ch

Serviço
Data: De 11 de abril a 05 de maio


Almamúsica

“Almamúsica”. Escrito assim, como uma só palavra, esse título revela muito sobre o primeiro projeto que Olivia e Francis Hime gravaram juntos “em 36 anos de namoro”, como definiu Francis. Trata-se de uma delicada e intimista celebração à vida e à música, uma trilha sonora que percorre as biografias dos dois.

Serviço

Data: De 10 a 13 de abril
Local: Caixa Cultural Fortaleza (Avenida Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema)
Horários: quinta (dia 10) a sábado (dia 12) às 20h, e domingo (dia 13) às 19h.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia). À venda na bilheteria.
Classificação Livre para todos os públicos.
Informações: (85) 3453-2770


Com informações do site Tribuna do Ceará.

10 de abril de 2014

Tipos de vinho para servir com peixes e frutos do mar na Sexta-Feira Santa



Para harmonizar peixes e frutos do mar com vinhos, é preciso considerar a intensidade de temperos e a forma de preparo, além do tipo de pescado. Confira algumas dicas de como fazer uma boa harmonização:


TINTOS

Os vinhos tintos, na maioria vezes, não combinam com peixes. Os taninos presentes nesses vinhos frente ao iodo dos frutos do mar deixam uma sensação metálica na boca. Mas existem algumas exceções:

> Peixes untuosos e encorpados, como bacalhau e salmão, podem ser servidos com vinhos com poucos taninos, como Gamay ou Pinot Noir.

> Peixes de carne escura e temperos fortes aceitam Pinor Noir ou Merlot com pouco tanino.

> O excesso de sal do bacalhau e a forte presença de azeite de oliva pode prejudicar a harmonização. O ideal é um branco estruturado, como um Chardonnay passado em carvalho.

Para beber
Tipos de vinho para servir com peixes e frutos do mar na Sexta-Feira Santa
Para fazer a harmonização é preciso considerar o tipo de pescado, a intensidade de temperos e a forma de preparo
Enviar para um amigo


Para harmonizar peixes e frutos do mar com vinhos, é preciso considerar a intensidade de temperos e a forma de preparo, além do tipo de pescado. Confira algumas dicas de como fazer uma boa harmonização:


TINTOS

Os vinhos tintos, na maioria vezes, não combinam com peixes. Os taninos presentes nesses vinhos frente ao iodo dos frutos do mar deixam uma sensação metálica na boca. Mas existem algumas exceções:

> Peixes untuosos e encorpados, como bacalhau e salmão, podem ser servidos com vinhos com poucos taninos, como Gamay ou Pinot Noir.

> Peixes de carne escura e temperos fortes aceitam Pinor Noir ou Merlot com pouco tanino.

> O excesso de sal do bacalhau e a forte presença de azeite de oliva pode prejudicar a harmonização. O ideal é um branco estruturado, como um Chardonnay passado em carvalho.


FRUTOS DO MAR

> Nunca sirva com vinhos tintos, devido à presença de taninos

> Quando temperados com ervas, pedem um Sauvignon Blanc.

> Quando preparados com molho, o ideal é um Chardonnay.

> Camarão servido como entrada, acompanha bem um espumante brut.


PEIXES BRANCOS

> As carnes delicadas pedem um vinho branco leve. Pode ser um Sauvignon Blanc ou um espumante bem estruturado.


PEIXES DE CARNE ESCURA

> Nessa categoria se encontram o salmão, o atum, a sardinha e o pintado. A
harmonização com eles está relacionada à forma de preparo.

> Os ensopados combinam com Chardonnay.

> Os grelhados com vinho rosé.

> Salmão grelhado ou assado tem uma boa harmonização com Chardonnay envelhecido.





Com informações do site Zero Hora.

9 de abril de 2014

Cinco tópicos indispensáveis para conseguir um décor clássico







Mesmo para quem curte decoração com pegada atual, o décor clássico ainda conquista milhares de admiradores justamente por sua atemporalidade. Independentemente das tendências que surgem a cada temporada, esse tipo de ambientação não envelhece e pode harmonizar facilmente dividindo espaço com móveis ou objetos contemporâneos e ousados. Nos dias atuais, a propósito, é cada vez mais comum encontrar essa combinação de clássico e moderno.

Pensando nisso, as arquitetas Camilla Calazans Borges e Kristhianne Bristot Silveira, do escritório CK Arquitetas, de Florianópolis, elegeram cinco itens indispensáveis para deixar a casa clássica e pronta para interagir com outros estilos.

Confira abaixo algumas das dicas:

Projeto de gesso e luminotécnico: para um ambiente ser aconchegante, funcional e capaz de criar diferentes cenas, é importante um projeto adequado de gesso e iluminação. Assim, além de esteticamente mais atraente, a casa fica confortável.

Papel de parede: o papel de parede é de uma elegância ímpar. A escolha da estampa e de modelo depende do gosto e do estilo de cada pessoa. As listras são muito utilizadas na decoração, pois são um poderoso recurso para alongar um espaço, aumentar o pé-direito ou definir o foco de interesse em um projeto de interiores.

Espelho: em alta na decoração, o espelho pode dobrar o espaço do que refletem, por isso é importante reparar na parede oposta e colocar lá objetos e móveis que você queira chamar atenção. Eles podem ser básicos, lisos, recortados, agrupados, venezianos.

Tapete: para escolher o modelo que mais combina com um espaço, leve em conta os materiais e móveis já existentes. O importante é compor com as cores escolhidas para móveis, paredes, almofadas e objetos.

Pendente: a iluminação transmite sofisticação e é uma das etapas mais importantes na decoração. Ela precisa ser distribuída adequadamente para conforto e conveniência. Em uma sala de jantar o ponto-chave é o lustre central: prefira modelos que iluminem a mesa toda. Outros pontos de luz devem complementar para criar um ambiente intimista e, ao mesmo tempo, garantir a boa iluminação.


Com informações do site Zero Hora.

8 de abril de 2014

Saiba quais são os cuidados com os alimentos que mancham os dentes




O que proporciona cor aos dentes é a dentina, tecido que está logo abaixo do esmalte dental, que por sua vez é a camada mais externa e protetora. "Indivíduos podem ter os dentes naturalmente escuros ou amarelados e esse fato não parece ser influencia pela ingestão de alimentos e ou bebidas excessivamente coradas", afirma a cirurgiã-dentista Maristela Lobo, especializada em odontologia estética.

Porém, alguns outros alimentos de fato podem fazer com que os dentes fiquem manchados ou amarelados. Há dois tipos de alimentos que proporcionam este problema. Os que possuem a pigmentação excessiva, como o café e o suco de uva, e aqueles que são muito ácidos, como as frutas cítricas e as bebidas alcoólicas. 

A combinação entre esses dois alimentos favorece ainda mais as manchas nos dentes. Entenda por que essas comidas e bebidas podem levar a manchas e cor mais escura dos dentes e saiba o que fazer para prevenir e tratar o problema.


Alimentos que mancham os dentes devido à coloração

Alguns alimentos possuem excesso de pigmentação. "Apesar de não parecer, o esmalte do dente é poroso, quando essas comidas e bebidas são consumidas com frequência e a higienização não é correta os dentes podem ficar manchados", explica o cirurgião-dentista Marcos Moura, presidente da Associação Brasileira de Halitose.

Confira quais são os principais alimentos que podem causar as manchas nos dentes:

    Café
    Chá
    Açaí
    Beterraba
    Vinho tinto
    Molho de soja (shoyo)
    Catchup
    Mirtilo (blueberry)
    Suco de uva
    Refrigerante.

Alimentos que mancham os dentes devido à acidez

Alimentos excessivamente ácidos também favorecem as manchas nos dentes. "Isto porque quando eles são consumidos com frequência fazem com que o ambiente bucal fique ácido que por sua vez potencializa a maior captação de pigmentos por parte dos dentes", diz a cirurgiã-dentista Maristela Lobo, especializada em odontologia estética.

O ambiente bucal ácido favorece essa maior captação de pigmentos porque leva a desmineralização da superfície do esmalte, ou seja, danifica o esmalte do dente. Isso será corrigido pela própria saliva que realiza a ação remineralizadora devolvendo minerais como o cálcio, fosfato e flúor ao dente.

Quando o esmalte é afetado, o dente fica mais sensível aos pigmentos. "Durante o processo de remineralização pigmentos podem ser incorporados ao dente, principalmente se eles estiverem presentes com frequência na saliva", constata Lobo. Por isso, evite consumir um alimento ácido e logo depois um com pigmentação forte, por exemplo, tomar um suco de limão e depois um cafezinho.

Alguns alimentos muito ácidos são frutas cítricas, como o limão, a laranja, o kiwi, abacaxi e mexerica, e bebidas alcoólicas. Vitaminas efervescentes também são excessivamente ácidas.


Cuidados após o consumo dos alimentos

Um dos cuidados após ingerir os alimentos com pigmentação forte ou muito ácidos é fazer um bochecho com água. "Também procure escovar os dentes cerca de 10 a 20 minutos depois da ingestão de alimentos ácidos, assim você evita a abrasão das superfícies desmineralizadas e permite a ação remineralizadora da saliva", diz Lobo.

Isto significa que dar um tempo irá evitar que a escovação lesione ainda mais o dente que já estava prejudicado pelo ambiente ácido e permitirá que a saliva tenha tempo de corrigir o problema.


Cuidados no dia a dia

Primeiro, é essencial realizar a higiene bucal adequada, escovando os dentes após cada refeição. "Quando isso não acontece, o dente pode perder minerais, o que faz com que a proteção dentária, o esmalte, seja danificada, tornando o dente mais poroso e assim mais suscetível à ação de alimentos pigmentados e que consequentemente mancham os dentes", explica o cirurgião-dentista Alexandre Bussab.

Procure visitar o dentista de seis em seis meses. Esse profissional irá realizar uma limpeza dental e assim ajudar a prevenir o aparecimento de manchas e polimentos para remover a manchas mais externas. "Ingira os alimentos que mancham os dentes com moderação. No caso do café, opte pela versão de café com leite", orienta Moura.

O clareamento dental

Quando o dente já está manchado ou amarelado uma opção para resolver o problema é o clareamento dental. "O procedimento oferece a possibilidade de clarear os tecidos mais internos do dente por meio da ação oxidante do peróxido de hidrogênio, a qual quebra as moléculas de pigmento em moléculas menores, favorecendo a reflexão de luz. Assim, o dente aparenta ser mais claro", explica Lobo.

Dentes que estão sendo clareados com substâncias à base de peróxido de hidrogênio, ou que passaram por técnicas clareadoras recentemente, ficam transitoriamente mais porosos em sua superfície e, portanto, mais suscetíveis à pigmentação. Por isso, é importante tomar algumas medidas mais rígidas quanto à alimentação durante e após um clareamento.


Cuidados durante e após o clareamento

Durante e após o clareamento é importante que a pessoa evite o cigarro e batom vermelho, isto porque eles também podem manchar os dentes. Além disso, os alimentos excessivamente corados e os ácidos também devem ser evitados e não apenas ter o seu consumo restringido. "As recomendações mais específicas para cada tipo de clareamento são dadas pelo cirurgião-dentista", observa Lobo.